seguidores

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

ALEGRAI-VOS NO SENHOR! (Sl 32,11 e Fl 4,4)

Como você acorda e começa o dia, quando você ainda está com sono ou quando está chovendo? Mal humorado e resmungando ou grato a Deus e alegrando-se nele? Com certeza, isso vai influenciar seu humor e a maneira como você vê a vida durante todo o seu dia. Nossa gratidão a Deus nos ajudará a renovar nossa alegria, nosso ânimo e força para mais um dia de vida (Ne 8,10). Esse exercício permanente de alegrar-se no Senhor produzirá beleza e formosura em nosso rosto e saúde para o nosso corpo e alma (Pv 15,13 e 17,22).

Não podemos confundir o desejo de querer crescer e melhorar de vida com a ingratidão a Deus. Quem nunca se alegra e se satisfaz com as pequenas dádivas e bênçãos, também nunca estará satisfeito com Deus, mesmo nas vitórias maiores. Quem está de bem com Deus, também está de bem com a vida, independente das circunstâncias!

Nós não podemos esperar alcançar determinadas metas e objetivos materiais para, então, agradecer e alegrar-se em Deus. Mas é caminhando que se faz o caminho, ou seja, na medida que exercitamos o princípio da gratuidade e da gratidão, louvando a Deus, desinteressadamente, por estarmos vivos e salvos, e por tudo que somos e temos, maior será a Graça (favor imerecido) de Deus sobre nós para nos dar uma vida abundante de amor, paz e alegria.

Só Deus é a fonte da verdadeira alegria, mesmo que existam problemas e dificuldades a serem superados. O próprio louvor e adoração a Deus em condições adversas nos ajudará a vencê-las (1 Sm 2,1; 2 Cr 20,21-23; At 16,25-26). Assim aconteceu com o rei Josafá e o povo de Israel diante de seus inimigos e assim aconteceu com Paulo e Silas depois de serem açoitados e presos por anunciarem Jesus como Salvador e Senhor. Quanto mais graças dermos a Deus, mas Ele nos capacitará com sua Graça para superarmos cada problema. Nosso louvor pode nos ajudar, pela Graça e Poder de Deus, a quebrar todos os grilhões que prendem o nosso ser.

O Pai, hoje, está procurando verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade (Jo 4,23-24). O verdadeiro adorador adora a Deus com a totalidade do seu ser (corpo, mente, coração e espírito) e as suas palavras de adoração são verdadeiras, pois são provadas com a verdade dos seus atos e pensamentos. O verdadeiro adorador dá graças por tudo, pois essa é a vontade de seu Pai (1 Ts 5,18).

Pr. Nelson Lucas

Um comentário:

  1. Olá, Serva
    Obrigada, pela visita e por me seguir. Seu blog é lindo! Não sei onde vocês conseguem templates tão maravilhosos. De muito bom gosto mesmo. Parabéns! Também gostei das postagens. O conteúdo é muito bom. Família linda. Parabéns por tudo. Estou muito feliz por tê-la em meu convívio.
    Um abraço

    Cleuza
    http://oficinadoescritor.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails

GOSTOU DESSE BLOG? INDIQUE-O A UM AMIGO

ENVIE A UM AMIGO
Indique o e-mail: